HOME  |   APRESENTAÇÃO  |   PALESTRAS  |   VÍDEOS   |   ARTIGOS  |   PARCERIAS   |   NEWSLETTER  |   CONTATO


     
 
 
     
 
                    

AUTO-MOTIVAÇÃO 

 

Motivação é o ato ou ação de motivar. Isso pode ocorrer de um ser humano em relação a outro ser humano, de instituição para instituição, de grupo para grupo, de um ser humano para grupos, dentre outros.

Conforme visto no artigo sobre motivação, são os fatores externos que nos motivam, podendo geral um ciclo motivacional de auto-motivação.

Há também um conceito sobre auto-motivação, que independe do conceito de motivação. Isto é, estar motivado consigo mesmo, independentemente de influências externas. É estar fazendo o que se ama, apenas por amar, não esperando recompensa ou reconhecimento.

Todavia, são poucos os seres humanos que possuem essa auto-motivação e ainda de forma sustentável.

Pesquisas revelam que vence aquele que persiste com entusiasmo ainda que já se tenha ''penado'' durante anos sem reconhecimentos ou recompensas.

Por outro lado, de uma forma geral, todos precisamos de um combustível para idealizar sonhos ou atingir objetivos. É como um vento que sopra ao nosso favor e nos oferece mais energia para prosseguir.

Há também duas pontas muito distintas e que variam na prática:

1. Pessoas com baixa auto-estima, mas que recebem incentivos.

2. Pessoas de elevada auto-estima, mas que não recebem incentivos.

Por isso que os temas consagrados mais ministrados hoje nas empresas são os de caráter motivacional - para trazer influências externas positivas, bem como para equilibrar o entusiasmo de um profissional  diante de suas dificuldades cotidianas.

E mesmo que não trabalhemos em uma empresa que promova treinamentos ou ações motivacionais, busquemos sempre, ainda assim, nossa auto-motivação.

Seguindo o raciocínio acima, seguem logo abaixo algumas indicações:

- Tenhamos atitude alinhada com a motivação, pois isso  traz resultados benéficos, e tais resultados motivam mais ainda para prosseguirmos.

- Sejamos otimistas e agindo segundo as possibilidades mais viáveis. Não busquemos algo que esteja fora de nosso alcance. Mas não fujamos de nossos desejos autênticos. Sigamos aos poucos, sem dar passos além do que somos capazes, mas sejamos ousados dentro das possibilidades.

- Acreditemos no que vem de dentro de nós e não somente no que constantemente vem de fora - explosão midiática. O que mais importa é conhecer-se. Saibamos quem somos, o que queremos, e o que precisamos para nos mantermos motivados.

- No momento em que sabemos onde queremos chegar - devemos saber também em que ''chão"  estamos "pisando", com quem estamos nos relacionando. Desta forma, analisemos se este caminho está em harmonia com o plano que traçamos para alcançar nossos objetivos.

- Façamos o que amamos, ou, ao menos, algo que gostemos muito. Alguns sonham em ser músicos ou médicos. Outros arquitetos ou comerciantes. Outros, outras "coisas". Há espaço para todos os desejos autênticos.

-Criemos nossa própria oportunidade de fazermos o que amamos. Como em um dictum popular conhecido: ''Faça o que ama e não precisará nunca mais trabalhar na vida''.

Em essência, o amor é um combustível composto de um aditivo que gera uma hiper-auto-motivação.

Portanto, fazendo o que gostamos/amamos, com ou sem reconhecimento, seja qual for o sonho,  estejamos auto-motivados, para que, desta forma, o que vier de fora, seja motivação de sobra!

Daniel Lascani


 


Portal Instituto Lascani 2016. Todos os direitos reservados. A copia parcial ou integral infringe na quebra de direitos autorais. | AC Design.
Página Principal